Home Page
Regiões
Mapas
Roma
Firenze
Veneza
Milão
Mais Cidades
Hotéis
Restaurantes
Compras
Dicas
Passagens Aéreas
História
Clima

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Visitantes

 

Pesquise aqui melhores ofertas de hotéis na Itália

Agende aqui seus passeios na Itália com antecedência

Faça seu seguro de viagem com a qualidade Omint

Alugue um carro na Itália

 

  O nome Itália vem da Roma Antiga. Os romanos chamavam o sul da península italiana de Italia, que significa "terra de bois" ou "terra de pastos".

Esta região influenciou bastante o desenvolvimento cultural e social de toda a Europa mediterrânea, bem como teve muita influência sobre a cultura europeia. Importantes culturas e civilizações existiram na região desde tempos pré-históricos. Importantes civilizações incluem a Magna Grécia e a civilização etrusca, que dominaram esta parte do mundo durante séculos, e especialmente o Império Romano, que estendeu seus limites sobre a maior parte do continente europeu, o norte da África e o Oriente Médio.

Após a queda do Império Romano do Ocidente em 476, a província italiana foi governada por uma série de reis bárbaros, até ao século VI, quando os Estados Papais foram criados, com a capital em Roma, sob o comando da Igreja Católica. Em 776, a Lombardia foi conquistada por Carlos Magno, que foi coroado imperador da Lombardia e do Sacro Império Romano-Germânico em 800, pelo Papa Leão III.

A partir do século X, as cidades do norte do que hoje é a Itália passaram a ficar mais independentes entre si, tornando-se centros políticos importantes. Tornando-se cidades-estados, ao longo da Idade Média e do Renascimento, exerceriam grande influência sobre o panorama cultural e econômico do continente europeu. O Estado de San Marino é um remanescente dessas cidades-estado.

A Itália tornou-se uma nação unida em 17 de Março de 1861, e em 2011 comemora 150 anos da unificação italiana, quando a maior parte das cidades-estado foram unidas sob o comando do rei da Sardenha-Piemonte, Vítor Emanuel II. Os arquitetos da Unificação italiana foram o Conde de Cavour, o ministro-chefe de Vítor Emanuel, e Giuseppe Garibaldi, um general e herói italiano. Roma ficaria sob o comando do Papado por mais uma década, até 20 de Setembro de 1870. O Vaticano é um país independente, um enclave totalmente cercado pela cidade de Roma, e um remanescente dos antigos Estados Papais.

O governo ditatorial de Benito Mussolini, em 1922, culminou com uma aliança com a Alemanha e o Japão, e a consequente formação do Eixo, que levaria à derrota italiana na Segunda Guerra Mundial. Em 2 de Junho de 1946, um referendo resultou na abolição da monarquia e na instalação de uma república, que culminou com a adoção de uma nova constituição em 1 de Janeiro de 1948.

  A Itália foi um membro fundador da OTAN, fundada em 4 de Abril de 1949, e da União Européia, criada entre 1952 e 1958. Em 14 de Dezembro de 1955, a Itália tornou-se um membro da Organização das Nações Unidas. O país, desde então, juntou-se à crescente unificação econômica e política da Europa Ocidental. Um exemplo disto foi a introdução do Euro como moeda oficial do país, em 1999, substituindo a antiga lira italiana.

 

Saiba mais sobre a História da Itália

 

Fonte: wikipedia.com